ÁGUA BOA

ESTUPRO

Menina morre chamando pelo pai após ser estuprada pelo padrasto

A criança foi morta com pelo menos 20 facadas, após ter sido estuprada por ele

Publicados

Polícia

Reprodução

O crime aconteceu na quarta-feira (17/11), em Eirunepé, distante cerca de 1.159 quilômetros de Manaus.

Em meio à dor do luto, familiares de Myrella Eloiza da Costa Lima, de 13 anos, clamam por justiça, após a criança ter a vida interrompida pelo padrasto, Sirlande Coelho da Silva, de 28 anos. A criança foi morta com pelo menos 20 facadas, após ter sido estuprada por ele.

Ao Portal Amazonas 1, o primo da vítima, Geibson de Souza, afirmou que a família está muito abalada com o crime bárbaro, e tenta chamar a atenção das autoridades para que o suspeito seja transferido para a penitenciária em Manaus.

“Queremos que a verdade seja divulgada, mais um crime que não pode ficar impune e esses monstros à solta. Trata-se de uma criança, não é um crimezinho!”, destacou o primo da vítima. Geibson, que mora em Manaus com a família, não pôde acompanhar o velório da prima no município, mas afirmou que toda a família está sofrendo com a perda.

“Ela era uma criança doce e atenciosa. Ela tinha carisma, como ela era do interior, quando vinha para Manaus, tudo para ela era novidade. E, de verdade, eu só quero que a justiça seja feita!”, afirmou.

Myrella nasceu com má formação nas mãos e ficava hospedada na casa de Geibson durante alguns dias para fazer tratamento médico em um hospital de Manaus. Ele ainda comentou que acredita que a condição de Myrella foi um proveito para que o acusado pudesse cometer o crime, uma vez que a criança não conseguia mexer direito as mãos, e seria ainda mais difícil de se proteger do homem. “Tenho uma filha da mesma idade, não queremos que o crime fique silenciado e nem esquecido pelas autoridades”, enfatizou.

O velório da criança ocorreu na manhã desta quinta-feira (18) e comoveu a cidade. O prefeito da cidade, Raylan Barroso, usou as redes sociais para lamentar a morte da criança, a qual era amiga da filha do prefeito e ia com frequência à casa dele. A Coordenadoria Regional de Educação de Eirunepé também prestou condolências à família da criança.

Leia Também:  Dupla é presa por tráfico de drogas e porte ilegal de arma em Cuiabá

Relatos de assédio

Segundo o familiar, essa não teria sido a primeira vez que a criança tinha sido assediada. O padrasto teria tentado abusar da vítima em outros momentos, sem sucesso. Durante o crime que acabou tirando a vida de Myrella, o primo da criança contou que um vizinho viu o momento em que a criança tentou escapar do padrasto, mas foi agarrada por ele e levada para casa.

“Toda a população está revoltada com o crime. A Myrella não merecia morrer desse jeito. Esse homem não deve ficar dentro de uma delegacia, e sim em um presídio. Precisamos de resposta”, declarou.

Ainda de acordo com ele, a criança já teria relatado as tentativas de assédio para a mãe, mas não foi ouvida. Geibson ainda afirmou que Myrella chegou a contar sobre o caso para as professoras, que acionaram a mãe a comparecer à escola para tomar conhecimento da situação; porém, mesmo assim, nada foi feito em relação a isso, declaração que também foi dita pelo pai da vítima, Francisco Ataíde Pinho.

Os familiares solicitam que a Secretaria de Segurança Pública faça a transferência do homem para um presídio em Manaus, uma vez que foi apresentado um diagnóstico que o suspeito possui problemas de saúde e temem que a justiça não seja feita.

Entenda o caso

Sirlande Coelho da Silva, de 28 anos, foi preso na tarde desta quarta-feira (17), suspeito do estupro e do assassinato da própria enteada, de 13 anos. Segundo a Polícia Civil, o homem teria molestado a criança, e em seguida, deu uma facada na altura do pescoço da vítima, bem como outras 20 por todo o corpo dela. A menina morreu imediatamente.

Ainda de acordo com a polícia, o homem tentou se matar após o crime, dando dois golpes de faca contra a própria barriga. No entanto, ele chegou a ser socorrido e levado para o Hospital Regional Vinícius Conrado, em Eirunepé.

Revoltada, a população chegou a se aglomerar em frente à unidade de saúde, indignada com o caso de estupro. Segundo os policiais, o suspeito já teria tentado estuprar a enteada em outras ocasiões.

Leia Também:  Homicídios de mulheres em Mato Grosso deixam 70 filhos sem mães

Já na tarde desta quarta-feira, ele passou por uma cirurgia no Hospital Regional. Conforme a polícia, após receber alta médica, o homem vai ser levado para a delegacia do município, onde vai responder pelos crimes de feminicídio e estupro de vulnerável.

O QUE DIZ A POLÍCIA:

De acordo com a Polícia Civil, em nota, o padrasto teria matado a menina após ela dizer que ia denunciá-lo.

“Segundo o investigador de polícia Gonzaga Rezende, gestor da DEP, o crime ocorreu naquele mesmo dia, por volta das 11h30, na casa onde a vítima morava com a mãe e o indivíduo. Gonzaga relatou que as equipes de investigação constataram que o crime já vinha sendo praticado há algum tempo.

“Durante o ato libidinoso, a adolescente ameaçou denunciar aos familiares, momento em que foi atingida por um golpe de faca no pescoço e 20 em outras partes do corpo. Após cometer o crime, o homem tentou contra a própria vida, desferindo três golpes de faca contra o próprio peito”, explicou o gestor.

Gonzaga informou, ainda, que populares acionaram as forças policiais e estes seguiram com a vítima até uma unidade hospitalar do município, mas ela não resistiu aos ferimentos e foi a óbito.

“Duas vizinhas ouviram os gritos da adolescente no momento em que ocorreu o crime de feminicídio, momentos depois, ouviram os gritos do autor ao desferir as facadas contra o próprio peito, e, ao entrarem no imóvel, presenciaram o fato”, informou o gestor.

Procedimentos

O indivíduo vai responder pelos crimes de estupro de vulnerável e feminicídio no âmbito da Lei Maria da Penha. Ele será removido da unidade hospitalar para a carceragem da delegacia, onde permanecerá custodiado à disposição do Poder Judiciário.”

Fonte: Guarantã News

Entre para o um dos grupos de WhatsApp do Portal Informa Araguaia e receba notícias em primeira mão.

👇Link grupo 2
https://chat.whatsapp.com/KVdDWY42ShcIBAQZbEpr9Q

👇Link grupo 3
https://chat.whatsapp.com/FHxM50nQwOb8bYOPfasbhP

👇Link grupo 4
https://chat.whatsapp.com/GUGJvKAIdAkHrIvWfXQ0VS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Polícia

Polícia Civil recupera objetos furtados de empresa em Sinop avaliados em mais de R$ 10 mil

Publicados

em

Por


Assessoria/Polícia Civil-MT

Dois homens envolvidos em crimes de furto e receptação foram presos em flagrante pela Polícia Civil, na quinta-feira (27.01), em rápida ação realizada pela equipe de policiais da Central de Flagrantes de Sinop (499 km ao norte de Cuiabá). A ação resultou na recuperação de equipamentos subtraídos de uma empresa de comunicação visual, avaliados em mais de R$ 10 mil.

Os suspeitos, de 49 e 26 anos, foram flagrados em posse dos objetos subtraídos da empresa, sendo um deles autuado em flagrante pelo furto e o outro pelo crime de receptação.

As diligências iniciaram após a vítima registrar o boletim de ocorrência relatando que chegou a empresa e encontrou a porta da frente aberta, tendo vários objetos subtraídos do interior do estabelecimento, como ferramentas elétricas, caixa de som, impressora e outros utensílios.

Imediatamente após a comunicação dos fatos, os policiais da Central de Flagrantes iniciaram as diligências, conseguindo identificar o possível autor do furto. Em diligências, as investigações localizaram o suspeito em posse de uma das ferramentas furtadas da empresa.

Leia Também:  Ação integrada recupera cabeças de gado desviadas em golpes de estelionato contra pecuaristas em Vila Rica

Questionado, ele confessou a autoria do furto e disse que tinha vendido os demais itens furtados para um terceiro. Em continuidade as diligências, os policiais foram até a residência do receptador, onde foram localizados os outros materiais furtados da empresa.

Diante dos fatos, os dois suspeitos foram conduzidos a Central de Flagrantes de Sinop onde após serem interrogados foram autuados pelos respectivos crimes.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ÁGUA BOA

AGRO

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA