ÁGUA BOA

MATO GROSSO

Sedec irá adotar novo sistema de emissão de certidões de tempo de serviço

Publicados

MATO GROSSO


Servidores da unidade de Gestão de Pessoas da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso (Sedec-MT) passaram por uma capacitação, nesta sexta-feira (15.10), para aprender a operar o sistema E-turmalina, que será adotado pela pasta. O novo sistema, totalmente digitalizado, será responsável pela emissão/declaração de Certidões de Tempo de Contribuição (CTC), averbações e aposentadorias.

A adoção do sistema traz muitas vantagens, segundo a gerente de CTC do Mato Grosso Previdência (MT Prev), Karinny Leonel. “Ganha-se em celeridade de trâmite processual, há redução de custos com papel e locomoção do servidor que não precisará ir até o órgão para a inclusão de documentos no processo. Outro benefício é a necessidade de um número bem menor de servidores trabalhando no setor”, explica.

O sistema E-turmalina, utilizado na MT Prev desde fevereiro de 2020, conseguiu zerar a fila de pedidos da autarquia que chegou a 4 mil solicitações. Bem como, agilizou o prazo de conclusão de análises processuais que caiu de 180 dias para 5 dias úteis.

Leia Também:  Sema de Barra do Garças apreende mais de 50 redes de pesca no Rio Araguaia

Conforme a gerente de Vida Funcional da Sedec, Gladia Maria Teixeira, que participou do treinamento, o sistema a ser implantado é prático e fácil de manusear. “Por tudo que aprendemos aqui, eu gostaria que esse sistema implantado no estado fosse um sistema único de informações. Atualmente, usamos diversos sistemas, mas acredito que a inovação tecnológica é muito importante para dar modernidade às ações voltadas à gestão de pessoas”, pontua.

A MT Prev irá disponibilizar o sistema virtual para todos os órgãos do governo. A expectativa é ampliar o leque de produtos para atendimento à necessidade das secretarias quanto a todos os trâmites previdenciários.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Governo de MT já pactuou 89% das doses recebidas; veja quanto cada município aplicou

Publicados

em

Por


O Governo de Mato Grosso recebeu, até esta terça-feira (30.11), 6.318.957 doses das vacinas contra Covid-19 do Ministério da Saúde e já distribuiu 5.630.840 aos 141 municípios do Estado, ou seja, 89% do total recebido.

A disponibilização das doses é resultado da soma da primeira e segunda doses ou doses únicas (5.598.859), acrescida das doses destinadas às populações indígenas aldeadas (54.120) e dos arredondamentos técnicos (36.583) necessários para o ajuste volumétrico dos frascos disponibilizados pelo Ministério da Saúde.

É importante destacar que o ranking de aplicação não considera as doses destinadas aos povos indígenas para evitar qualquer disparidade nos dados. Alguns municípios contabilizavam doses aplicadas em aldeias pertencentes a territórios vizinhos e ultrapassavam o limite de 100% da aplicação.
 
Das 5.630.840 doses disponibilizadas aos municípios, as prefeituras aplicaram 4.559.701 (81%), sendo 2.484.802 como primeira dose ou dose única e 1.835.662 como segunda dose. O percentual da semana retrasada era de 81,6%.

Os 10 municípios que mais aplicaram vacinas, considerando o percentual de doses aplicadas em relação às doses recebidas, foram: Nova Brasilândia (99,2%), Campos de Júlio (97%), Diamantino (97%), São José do Povo (96,8%), Primavera do Leste (96,7%), Lucas do Rio Verde (96,4%), Glória D’Oeste (96,3%), Ipiranga do Norte (96,2%), Nortelândia (96,1%) e Guiratinga (96%).

Leia Também:  Cerca de 100 feirantes passam por exame preventivo ao câncer de próstata

Confira o ranking completo de aplicação das vacinas no Boletim Informativo nº 632 ou no Painel de Distribuição de vacinas Covid-19.

A Vigilância Estadual alertou que a utilização de unidades de segunda dose como primeira dose pode comprometer o esquema vacinal da população do município, considerando o fornecimento e as orientações feitas pelo Ministério da Saúde.

Sobre a distribuição

Conforme Resolução da Comissão Intergetores Bipartite (CIB) nº 126 de 2021, doses das vacinas contra a Covid-19 passarão a ser distribuídas mediante solicitação das gestões municipais. A medida se deve ao risco de perda de doses, devido ao prazo de validade, e à baixa procura por imunização em alguns municípios. Desta forma, será encaminhado um quantitativo compatível à necessidade local.

Essa logística já ocorre com todos os outros imunizantes da Campanha Nacional de Imunização e, agora, também passa a valer para as vacinas contra a Covid-19. As solicitações deverão ser feitas por meio do Sistema de Insumos Estratégicos em Saúde (Sies), conforme fluxo já estabelecido com as demais vacinas.

Leia Também:  Transformação Digital no serviço público é tema de Webinar

A Resolução ainda prevê que os municípios deverão solicitar o quantitativo de doses uma vez por semana, às sextas-feiras. A entrega das doses será realizada na semana seguinte.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ÁGUA BOA

AGRO

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA