ÁGUA BOA

Esportes

Tite convoca seleção para jogos contra Coreia do Sul e Japão em junho

Publicados

Esportes

O técnico Tite convocou a seleção masculina brasileira para os próximos jogos preparatórios para a Copa do Mundo do Catar, contra a Coreia do Sul e Japão em junho. A principal novidade na lista de 27 atletas, anunciada nesta quarta-feira( 11) é a presença do meia-campista Danilo (Palmeiras). O primeiro amistoso será em 2 de junho, contra a Coreia do Sul, na capital Seul, e quatro dias depois o Brasil encara o Japão, em Tóquio. O amistoso contra a Argentina – programado para 11 de junho em Melbourne (Austrália) – foi cancelado. A Copa do Catar começa no dia 21 de novembro, e o Brasil estreia três dias depois contra a Sérvia (Grupo G).

Além de Danilo, a relação tem somente outros dois jogadores que atuam no país: o goleiro Weverton (Palmeiras) e Guilherme Arena (Atlético-MG).  

Durante a coletiva, Tite ressaltou o objetivo dos próximos jogos.

Leia Também:  Atual campeã, Bia Ferreira estreia com nocaute no Mundial de Boxe

Ela [a seleção} precisa ser mais criativa e ofensiva e nós colocamos isso há algum tempo atrás. Nesses cinco últimos jogos ela atingiu esse nível e a gente quer consolidar esse aspecto para que ela seja equilibrada. Para você vencer, que é o objetivo final, você tem que ser sólido, criativo e fazer gol, transformar em gol, ser efetivo, consolidar isso com os diferentes adversários. Eu disse adversário, não inimigo”.

Os dois amistosos serão os penúltimos da seleção sob o comando de Tite antes da convocação final para a Copa do Catar. Em setembro a seleção tem jogo preparatório agendado contra o México. O Brasil tem ainda pela frente um confronto contra a Argentina, válido pelas Eliminatórias da Copa, interrompido em setembro após intervenção da Anvisa, em meio à pandemia de covid-19.  Na última segunda (9), o Comitê de Apelação da Fifa decidiu que a partida deverá ser reagendada, depois de considerar os recursos apresentados pelas federações de ambos os países.

Líder no ranking da Fifa, o Brasil está no Grupo G da Copa do Mundo, junto com Sérvia, Suíça e Camarões. 

Leia Também:  São Paulo vira sobre Cuiabá e segue na parte de cima do Brasileiro

Convocados

GOLEIROS

Alisson – Liverpool FC (ING)

Ederson – Manchester City (ING)

Weverton – Palmeiras

LATERAIS

Alex Sandro – Juventus (ITA)

Alex Telles – Manchester United (ING)

Daniel Alves – Barcelona (ESP)

Danilo – Juventus (ITA)

Guilherme Arana – Atlético-MG

ZAGUEIROS

Eder Militão – Real Madrid (ESP)

Gabriel Magalhães – Arsenal (ING)

Marquinhos – Paris Saint-Germain (FRA)

Thiago Silva – Chelsea (ING)

MEIO-CAMPISTAS

Bruno Guimarães – Newcastle (ING)

Casemiro – Real Madrid (ESP)

Danilo – Palmeiras

Fabinho – Liverpool FC (ING)

Fred – Manchester United (ING)

Lucas Paquetá – Lyon (FRA)

Philippe Coutinho – Aston Villa (ING)

ATACANTES

Gabriel Jesus – Manchester City (ING)

Gabriel Martinelli – Arsenal (ING)

Matheus Cunha – Atlético de Madrid (ESP)

Neymar Jr. – Paris Saint-Germain (FRA)

Raphinha – Leeds United (ING)

Richarlison – Everton (ING)

Rodrygo – Real Madrid (ESP)

Vini Jr. – Real Madrid (ESP)

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Esportes

Brasil garante duas medalhas no Mundial feminino de boxe

Publicados

em

Por

O boxe brasileiro fez história nesta segunda-feira (16), pois pela primeira vez na história garantiu duas medalhas em uma mesma edição do Mundial feminino da modalidade. O feito foi alcançado após as vitórias da medalhista olímpica Beatriz Ferreira e da pernambucana Caroline Almeida.

Na competição realizada em Istambul (Turquia), a primeira brasileira a triunfar nesta segunda foi Caroline de Almeida, que, na categoria até 52 quilos, bateu a irlandesa Carly Naul por unanimidade. Agora a pernambucana medirá forças com a indiana Zareen Nikhat nas semifinais. Como não há disputa pelo terceiro lugar no boxe, elas garantiram ao menos um bronze cada.

Quem também se garantiu nas semifinais, mas na categoria até 60 quilos, foi a baiana Beatriz Ferreira, que venceu por unanimidade a sérvia Natália Sadrina. Agora a medalhista olímpica enfrenta a italiana Alessia Mesiano.

Quem não conseguiu avançar foi Jucielen Cerqueira, que foi superada na categoria até 57 quilos por You-Ting Lin, de Taiwan.

Leia Também:  "Estou nos meus 80%", diz Calderano, 4º melhor mesatenista do mundo

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA