ÁGUA BOA

Educação

Sugestões para Política Estadual de Educação Especial serão analisadas por grupo de trabalho

Publicados

Educação

A audiência pública realizada nessa quarta-feira (27.04) pelo Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), para discutir a Política Estadual de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva, recebeu diversas sugestões que serão analisadas e aprimoradas para compor o texto estadual. O objetivo é que a Política Estadual de Educação Especial seja implementada ainda em 2022.

O evento reuniu representantes da Seduc, Ministério Público Estadual (MPE), Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), pais de alunos e instituições que defendem o direito à educação da pessoa com deficiência, Transtorno do Espectro Autista e Altas Habilidades/Superdotação, e debateu de forma ampla a minuta da política de educação – resultado de diversos olhares sobre a temática.

“O tema nos propicia a reflexão do quão é importante incluir a pessoa com deficiência nos diferentes espaços: família, escola, sociedade e no mercado do trabalho”, disse o secretário de Educação, Alan Porto. “Com o envolvimento de organismos públicos e da sociedade na elaboração da proposta, a Seduc espera que a inclusão realmente ocorra como deve: com equidade”, completou.

A secretária adjunta de Gestão Educacional da Seduc, Valdelice Oliveira Holanda, que mediou os debates na audiência, observou que o objetivo é que se discuta o impacto das normas em geral e, especificamente, em relação a cada grupo no aprimoramento do ensino inclusivo, com o qual a Secretaria de Educação está comprometida.

Valdelice destacou que a participação de todos os entes interessados vai contribuir para que o documento final, após estudado tecnicamente, considere a pertinência pedagógica, a legislação vigente e a viabilidade financeira.

Para o promotor de Justiça Miguel Slhessarenko, a questão tem relevância jurídica, social e interesse público, pois aborda o tema constitucional do direito à não discriminação, que contempla o paradigma da educação inclusiva.

“Temos que buscar o melhor entendimento do tema em suas dimensões psicológicas, sociológicas e pedagógicas”, argumentou. O representante do Ministério Público também defende que se defina a forma pela qual a proposta será regulamentada, se por decreto ou lei. O promotor quer garantias de que a política, após referendada, seja cumprida, executada e mantida.

O secretário de Educação assegurou que todas as sugestões serão encaminhadas para serem criteriosamente analisadas e, se necessário, aprimoradas para compor o texto da Política Estadual de Educação Especial.

O grupo de trabalho responsável por encaminhar as demandas já está em atividade e a proposta é fechar o texto após profunda discussão durante o Fórum Estadual de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva, previsto para ocorrer em junho, em Cuiabá.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Educação

Inscrições para o Enem 2022 abrem na terça-feira (10); fique atento aos prazos!

Em 2021, 3,1 milhões de pessoas se inscreveram para o Enem, menor número de participantes desde 2005.

Publicados

em

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começam nesta terça-feira (10) e se encerram no dia 21 de maio. A novidade deste ano é que os candidatos poderão efetuar o pagamento da taxa por meio de PIX e cartão de crédito.

O Enem é a principal porta de entrada para faculdades públicas e privadas por meio da nota final, que é utilizada no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) como critério de aprovação dos candidatos. O resultado dos recursos para isenção da taxa de inscrição já está disponível na Página do Participante.

Atenção ao prazo

A taxa de inscrição para o Enem 2022, versões digital ou impressa, foi mantida no valor de R$ 85. O período para efetuar o pagamento se encerra em 27 de maio. A participação no exame será garantida apenas após a confirmação do pagamento da taxa.

Imagem: Valter Campanato / Agência Brasil

Além dos meios digitais, o pagamento da taxa de inscrição também poderá ser feito por boleto bancário, que deve ser gerado na Página do Participante e pago em qualquer agência, casa lotérica, aplicativos bancários ou nos Correios.

Provas

As provas serão realizadas nos dias 13 e 20 de novembro. A aplicação dos testes impressos seguirá o horário de Brasília. A abertura dos portões será às 12h, e o fechamento às 13h.

O exame será constituído de quatro provas objetivas e uma redação. Cada prova objetiva terá 45 questões de múltipla escolha.

No primeiro dia do exame, serão aplicadas as provas de linguagens, códigos e redação (Língua Portuguesa, literatura, língua estrangeira, artes, educação física e tecnologias da informação e comunicação); e de ciências humanas e suas tecnologias (história, geografia, filosofia e sociologia).

A aplicação terá 5 horas e 30 minutos de duração, contadas a partir da autorização do chefe de sala para o início das provas.

No segundo dia, acontecem as provas de ciências da natureza (química, física e biologia) e matemática e suas tecnologias. A aplicação terá 5 horas de duração, seguindo o mesmo requisito descrito acima.

Os gabaritos das provas objetivas serão divulgados no Portal do Inep, até o terceiro dia útil após o último dia de aplicação do Enem.

Fonte: Olhar Digital

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA