ÁGUA BOA

SAIBA MAIS

Por que algumas pessoas sentem náusea e enjoo após fazerem exercícios físicos

Muita gente se exercita para se sentir melhor. Mas, enquanto alguns ficam em êxtase depois de um treino, infelizmente outros saem da academia com náusea

Publicados

Curiosidades

Embora o mal-estar geralmente seja apenas temporário, ainda assim pode ser desconfortável.

Felizmente, há algumas boas explicações sobre por que isso pode estar acontecendo — então, se é este o seu caso, provavelmente não há motivo para se preocupar.

Quando nos exercitamos, há um aumento no fluxo sanguíneo para os músculos em atividade, cérebro, pulmões e coração.

Este aumento no fluxo sanguíneo é impulsionado pela parte simpática do sistema nervoso autônomo (que ajuda a regular todas as nossas respostas involuntárias do corpo, como frequência cardíaca, pressão arterial e digestão).

E faz isso dilatando as artérias para que possam transportar mais sangue para estes tecidos.

Mas o sistema nervoso simpático, que normalmente ativa nosso mecanismo de “luta ou fuga”, simultaneamente estreita os vasos sanguíneos que entram em nosso sistema gastrointestinal (como nosso estômago) durante um treino extenuante em até 80%.

E faz isso porque há uma quantidade limitada de sangue no corpo, e o aumento da demanda de oxigênio por alguns tecidos só pode ser atendido alterando a quantidade de sangue que vai para outros tecidos.

Isso significa que o fornecimento de sangue pode ser reduzido em áreas que não estão precisando de tanto oxigênio naquele momento. Este pode ser o caso se você comeu ou não recentemente.

Mas digamos que você comeu uma refeição antes de ir para a academia ou correr.

Quando comemos, a comida expande nosso estômago, resultando na liberação de ácidos e enzimas necessárias para digerir a comida.

Os músculos do estômago também se tornam mais ativos durante a digestão, levando a uma demanda maior de oxigênio e fluxo sanguíneo para o estômago e outros tecidos gastrointestinais.

Uma parte diferente do sistema nervoso autônomo faz com que o fluxo sanguíneo aumente para as estruturas gastrointestinais quando elas precisam estar ativas.

O significativo conflito de diferentes tecidos no corpo, todos exigindo oxigênio, pode ser uma das razões pelas quais a sensação de náusea aparece durante ou após uma sessão de exercício.

O corpo tem que adaptar o fluxo sanguíneo aos tecidos à medida que a demanda muda.

Então, quando nos exercitamos, o sangue precisa ir para os músculos, coração, pulmões e cérebro, o que significa que o fluxo sanguíneo é reduzido em tecidos menos ativos, como o trato gastrointestinal — mesmo que esteja digerindo nosso jantar.

Quando o fluxo sanguíneo é reduzido nesta área, ele aciona nossos nervos intestinais, o que posteriormente causa sensação de náusea.

Além disso, o estômago e outros órgãos abdominais também podem ser comprimidos durante o exercício, o que pode contribuir ainda mais para a sensação de enjoo.

Pessoas correndo maratona

Isso é uma questão comum no agachamento, pois a frequência cardíaca e a demanda de oxigênio nos tecidos aumentam, de modo que o corpo atrai volumes maiores de ar para os pulmões.

Isso então faz com que o diafragma (sob as costelas) pressione com mais força os órgãos abdominais.

Outros músculos — como os da parede abdominal — também ajudam, apertando ainda mais os órgãos abdominais a cada respiração.

Isso pode resultar em enjoos significativos e até vômitos — mesmo com o estômago vazio.

Algumas evidências sugerem até que o exercício, particularmente corridas de longa distância e outros treinos de resistência, podem danificar o revestimento do estômago — provavelmente devido à diminuição do fluxo sanguíneo e do oxigênio disponível para o órgão.

Isso também causaria náuseas. E, em circunstâncias extremas, pode resultar no sangramento do revestimento do estômago, principalmente em atletas de resistência e longa distância.

Quando comer

Se você se exercitar imediatamente ou até uma hora depois de comer, é mais provável que sinta náusea — independentemente do nível de exercício ou da intensidade do treino.

Leva aproximadamente duas horas para que os alimentos sólidos sejam decompostos pelo estômago e entrem no intestino delgado; portanto, se você sente enjoo após o exercício, talvez seja melhor esperar pelo menos duas horas após uma refeição.

O que você ingere antes do treino também pode determinar se você sente náusea.

Homem preparando shake de suplemento de proteína para tomar

Alimentos com alto teor de fibras, gordurosos e até ricos em proteínas estão todos ligados a uma maior probabilidade de náusea após a atividade física.

Os suplementos de proteínas, particularmente de soro de leite (o whey protein) ou shakes, também são digeridos mais lentamente. É provável que isso contribua para a náusea durante o exercício, pois o estômago tenta digeri-los.

Certas gorduras, sobretudo saturadas, podem induzir a náusea de maneira diferente — modelos animais mostram que irritam e danificam o revestimento do trato gastrointestinal, que ativa os nervos no revestimento do estômago que se ligam ao chamado centro do vômito (localizado no bulbo) no cérebro.

Consumir bebidas esportivas ou outras bebidas com alto teor de carboidratos (como sucos, energéticos e refrigerantes) também está ligado ao enjoo durante e após o exercício.

Pode ser porque essas bebidas são digeridas muito devagar e permanecem no estômago por mais tempo do que outras.

Se você costuma sentir náusea após a prática de atividade física, há algumas coisas que pode fazer. Primeiro, mude ou reduza seu treino habitual e aumente a intensidade lentamente.

Quanto mais longo o treino, mais sangue é retirado consistentemente do estômago.

Certifique-se de beber água suficiente antes e depois do exercício, uma vez que tanto pouca quanto muita água pode causar náusea por diferentes razões.

Em termos de alimentação, evite comer duas horas antes e escolha os alimentos certos — como carboidratos de alta qualidade (como banana ou batata-doce) e proteínas, além de gorduras insaturadas (como nozes).

Esses alimentos não apenas vão abastecer o corpo, como não vão ser tão difíceis de digerir quanto outros.

Fonte: BBC News

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Curiosidades

Príncipe William faz 40 anos! Veja curiosidades sobre ele que você talvez não saiba

O futuro rei da Inglaterra está completando mais um ano de vida e nós separamos alguns fatos que você precisa saber! Bora lá?

Publicados

em

Hoje é dia de celebrar mais um aniversário do Príncipe William e não podíamos deixar de comemorar! O Duque de Cambridge está completando 40 anos nesta terça-feira, 21/6, e nós resolvemos trazer algumas curiosidades que você ~talvez~ não saiba sobre ele e que mostram que ele é um pouco “gente como a gente” . Vamos descobrir juntos? 👇

Primeiro futuro rei a nascer em um hospital

Princesa Diana e Príncipe Charles deixando o hospital com Príncipe William no colo — Foto: Getty Images/Hulton Deutsch

A princesa Diana foi revolucionária dentro da monarquia britânica e não há como negar! Nos mínimos detalhes, ela quebrou algumas regrinhas e criou novas tradições e o nascimento de William não foi diferente. O marido de Kate Middleton foi o primeiro herdeiro ao trono a nascer em um hospital, o Hospital de St. Mary. Até então, todos os futuros reis e rainha haviam nascido dentro de casa.

Ele é canhoto

Apesar de ser um bom jogador de polo, que, como manda as regras, exige que seja jogado com a mão direito, William faz parte da parcela da população que é canhota.

Presidente do BAFTA

Olivia Colman com Kate Middleton no BAFTA 2019 — Foto: Getty Images/WPA Pool

Além de ser um amante de TV e cinema ~ele até revelou amar “Game of Thrones” ~, William é o presidente do BAFTA, a Academia Britânica de Cinema e Televisão. Em 2019, ele até chegou a conhecer a atriz Olivia Colman, que interpreta a Rainha Elizabeth II em “The Crown“.

Uma semelhança com Harry Potter

Além de serem britânicos, o Príncipe William e o bruxo mais querido do mundo, Harry Potter, possuem mais uma coisa em comum: os dois têm uma cicatriz na testa! ⚡😂 O próprio Duque brinca com a cicatriz e, em entrevista à BBC, explicou da onde surgiu esse apelido. “Eu chamo assim porque às vezes brilha e algumas pessoas percebem – outras vezes nem percebem.”

Príncipe William tem uma cicatriz na testa — Foto: Reprodução/Instagram

“Fui atingido por um taco de golfe quando estava jogando golfe com um amigo meu”, contou o Duque sobre como adquiriu a marca.

Ele surfa! 🏄‍♂️

Sim, isso mesmo que você leu! Nós também ficamos chocados com essa curiosidade. O Príncipe William ama praticar esportes e um deles é o surf. Ele já foi visto surfando com sua roupa de mergulho em Devon, na costa inglesa, além de já ter se aventurado no bodyboard com o irmão, Príncipe Harry. Em um evento de caridade de surf, o Duque até comentou o desejo de pular no mar. “Devíamos ter trazido nossas roupas de mergulho, estou com muito ciúmes.” Perfeito!

Não usa aliança

Outra curiosidade sobre o futuro rei da Inglaterra é que ele não gosta de joias e, por isso, não usa aliança de casamento. Ele e a esposa, Kate Middleton, que também completou 40 anos este ano, entraram nesse acordo e ela usa acompanhado de seu belíssimo, icônico e histórico anel de noivado com 12 quilates de safira.

Príncipe Harry e Kate Middleton durante o jubileu da Rainha Elizabeth II — Foto: Getty Images/Samir Hussein

Ele quase não se chamou William

Lady Di e Príncipe Charles não conseguiam decidir qual nome colocariam no primogênito. Diana queria que fosse Sebastian ou Oliver, enquanto Charles queria fazer uma homenagem ao marido da Rainha Victoria e chamá-lo de Albert. No fim, eles decidiram por William Arthur Philip Louis Windsor.

Depois dessas curiosidades, desejamo

Fonte: GShow

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA