ÁGUA BOA

CASO INUSITADO

Cascavel de duas cabeças surge em Mato Grosso e assusta

A foto da cascavel de duas cabeças tem circulado nas redes sociais e intrigado internautas

Publicados

Curiosidades

Uma serpente raríssima assustou muita gente nesta semana em Mato Grosso. Trata-se de uma cobra cascavel de duas cabeças.

A mutante foi encontrara por trabalhadores de uma fazenda, na região de Paranatinga (378 km de Cuiabá).

Para quem cruza com uma cobra o susto e o medo já é grande, imagina então uma criatura de duas cabeças.

Temerosos os trabalhadores mataram a cobra. A foto da cascavel de duas cabeças tem circulado nas redes sociais e intrigado internautas.

Fonte: Repórter MT

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Vídeo mostra sucuri colocando curioso para correr; ‘ela vem em cima de mim, pra me dar o bote’
Propaganda

Curiosidades

Vídeo mostra sucuri colocando curioso para correr; ‘ela vem em cima de mim, pra me dar o bote’

O guia turístico e ambientalista Vilmar de Oliveira Teixeira, registra os animais imponentes há anos na região de Bonito, no sudoeste de Mato Grosso do Sul

Publicados

em

Mais uma vez um encontro com uma sucuri, também conhecida como anaconda, se tornou viral na Internet. De acordo com o portal ND Mais, as imagens foram gravadas em um sítio próximo ao Rio Piracanjuba, em Goiás.

Mesmo com a água mais turva do córrego, é possível ver a cobra grande deslizando pela água. Ela logo percebe a visita dos curiosos e, rapidamente nada até a margem em que eles estão.

“Olha o tamanho. E ela vem em cima de mim, pra me dar o bote. Olha ali de onde ela vem!”, disse o cinegrafista que, assustado, sai de perto do animal.

É importante recordar que as sucuris podem ser animais tranquilos quando não são importunadas e é mantida uma distância segura. Além disso, pois perseguir ou causar danos em espécimes da fauna silvestre, sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente, é crime.

O guia turístico e ambientalista Vilmar de Oliveira Teixeira, registra os animais imponentes há anos na região de Bonito, no sudoeste de Mato Grosso do Sul.

Leia Também:  Vídeo mostra sucuri colocando curioso para correr; ‘ela vem em cima de mim, pra me dar o bote’

O sucuri que deixou seu canal famoso em 2022 foi apelidada carinhosamente de vovozona e é monitorada por Teixeira em diversas expedições, todas respeitando o espaço do animal. Até hoje, nunca aconteceu nenhum acidente.

“Meu objetivo é mostrar esse animal como forma de preservação e espero que gerações futuras possam presenciar esse bicho tão incrível da nossa natureza”, disse em entrevista ao G1 ao falar sobre o trabalho que desempenha.

As lembrar as fêmeas de sucuri são maiores que os machos e podem viver e crescer até os 30 anos, o que justifica o apelido de vovozona!

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA