ÁGUA BOA

APLICATIVO

Aplicativo do Bradesco fica fora do ar no dia do pagamento do 13º salário

Queixas tiveram início por volta das 6h30 e ganharam força a partir das 9h. Até o momento, foram realizadas 398 notificações de clientes em um site de reclamações

Publicados

Ciência e Tecnologia

Reprodução

O aplicativo do banco Bradesco está fora de ar para grande parte dos correntistas nesta terça-feira (30), último dia para pagamento da primeira parcela do 13º salário aos trabalhadores.

Segundo o site DownDetector, que registra reclamações de usuários sobre sites e aplicativos, as queixas tiveram início por volta das 6h30 e ganharam força a partir das 9h. Até o momento, foram realizadas 398 notificações.

Entre os problemas apontados pelos usuários estão falha no login pelo aplicativo e também pelo internet banking — o próprio site do banco.

Pelas redes sociais, o Bradesco afirmou que a área responsável já identificou identificou o problema e “está trabalhando para que a regularização seja feita o quanto antes”.

Em nota enviada ao g1, o Bradesco informou que o atendimento aos clientes pessoa física via mobile banking apresenta instabilidade em decorrência de problemas técnicos.

“Orientamos aos clientes que não tiverem tido êxito no acesso por este canal a utilizarem os serviços do internet banking, que opera normalmente. Acrescentamos que estamos trabalhando para normalizar o atendimento o mais rápido possível e pedimos desculpas aos clientes por eventuais contratempos”, afirmou o banco.

Fonte: G1

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Ciência e Tecnologia

Para evitar circulação de fake news, TSE avalia possibilidade de suspender o Telegram no Brasil

Aplicativo não tem representação no país; ferramenta russa permite até 200 mil pessoas em grupos e está presente em 53% dos smartphones brasileiros

Publicados

em

Reprodução

Há conversas reservadas entre os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para elaborar um meio jurídico para suspender o funcionamento do Telegram na campanha eleitoral de 2022. O ideal seria uma solução vinda por força de Lei, ou seja, nascida no Congresso Nacional, mas deputados e senadores não ligam muito para assunto. Um dos caminhos, então, é impedir o aplicativo no país por não ter uma representação por aqui. Hoje, a ferramenta russa permite até 200 mil pessoas em grupos e está presente em 53% dos smartphones brasileiros. A preocupação do TSE é com a avalanche fake news que pode ocorrer nos grupos do Telegram.

O ministro Luis Roberto Barroso, presidente da Corte, chegou a enviar em 16 de dezembro um ofício ao CEO da companhia, Pavel Durov, solicitando uma reunião de cooperação. Até agora, nenhuma resposta foi dada. Assim, medidas mais drásticas poderão ser tomadas para impedir o uso escuso do aplicativo. Nesta quinta-feira, 20, Barroso desmentiu uma notícia falsa que, segundo ele, circula em redes sociais. Em nota, disse que não haverá necessidade da apresentação do passaporte de vacina para os eleitores votarem no pleito deste ano. O magistrado acrescentou que o boato simplesmente não tem qualquer fundamento. Além disso, informou que o colegiado ainda não se reuniu para estabelecer como se dará o protocolo sanitário para as eleições.

Fonte: Jovem Pan

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ÁGUA BOA

AGRO

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA