ÁGUA BOA

GESTANTE

Mulher é presa suspeita de matar gestante para roubar bebê

Segundo testemunhas, a mulher morta estaria em situação de rua

Publicados

Cidades

Reprodução

Uma mulher foi presa em Marituba, na região metropolitana de Belém, suspeita de matar uma gestante para roubar o bebê dela. Segundo a PM, o corpo da vítima foi encontrado na manhã deste sábado (18) com ferimentos de faca e escondido embaixo da cama da casa que seria da assassina.

A Polícia Civil instaurou inquérito após o homicídio e investiga “a participação de outros envolvidos no caso”.

A suspeita, de 38 anos, foi detida quando estava no hospital para atendimento do recém-nascido. Ela tentou se passar pela mãe do bebê, mas levantou suspeitas ao recusar atendimento.

O Conselho Tutelar foi acionado no hospital estadual onde a criança está internada, “recebendo o atendimento médico necessário”, informou a Prefeitura de Marituba na noite deste sábado. A Secretaria de Estado de Saúde do Pará não informou o estado de saúde do bebê, idade e sexo.

A Polícia Militar foi acionada por volta das 7h na comunidade São Pedro. A mulher presa teria dito aos vizinhos que tinha acabado de dar a luz, mas eles estranharam a situação da casa, que estava muito suja de sangue.

Leia Também:  Primavera do Leste : adolescentes suspeitos de roubar casa e estrangular morador são apreendidos pela PC

No local, os policiais encontraram o corpo de uma mulher coberto por uma lona e escondido embaixo da cama. A vítima tinha diversas marcas de agressão a faca. Até o início da noite, a causa da morte não havia sido divulgada, assim como a identidade da vítima.

Segundo testemunhas, a mulher morta estaria em situação de rua. No entanto, a Polícia Civil não confirmou se ela vivia nas ruas de Marituba, o tempo de gestação dela, nem outras informações sobre o caso.

Prefeitura de Marituba também não confirmou se a vítima estaria em situação de rua, mas informou que “será realizado um estudo social para verificar os vínculos familiares da criança a fim de que seja garantida a proteção dos direitos do recém nascido”.

Fonte: G1

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Cidades

Prefeitura de Barra do Garças entrega 117 escrituras aos moradores do bairro Wilmar Peres

Em mais uma etapa do maior programa social da história do município, centenas de famílias são contempladas com as escrituras dos seus imóveis

Publicados

em

A Prefeitura de Barra do Garças realizou na última sexta-feira (01), mais uma entrega de escrituras públicas de propriedade aos moradores do bairro Wilmar Peres, por meio do  Programa de Regularização Fundiária Urbana.

O maior programa social da história do município já regularizou mais de mil imóveis. Nesta etapa mais de 168 imóveis do bairro Wilmar Peres foram regularizados e 117 moradores receberam a escritura de suas residências.

A solenidade de entrega dos documentos foi realizada no próprio bairro, com a presença do prefeito Dr. Adilson, secretários, vereadores e representantes do cartório de 1º Ofício.

O bairro Wilmar Peres foi fundado há cerca de 14 anos, e desde então diversas tentativas de regularização foram feitas, entretanto nenhum dos projetos foram concluídos, e os moradores ainda aguardavam as escrituras.

Emocionado, Dionísio Barbosa, de 84 anos, morador do bairro desde sua constituição afirmou que com o passar dos anos, já não acreditava que a regularização do seu imóvel fosse se tornar realidade: “Eu estou feliz demais. Depois de tantos anos, a gente nem esperava mais. Eu só tenho a agradecer ao prefeito e toda equipe.”

Leia Também:  Dois passageiros de ônibus são presos em Barra do Garças com 50 kg de drogas

A presidente da associação de moradores, Selma de Paula também ressaltou que após mais de uma década muitos moradores não acreditam que a regularização do bairro seria finalmente realizada. “Prometeram tanto, nós fomos atrás lutamos por isso, mas nunca deu certo, com o tempo fomos desacreditando. Isso era uma espera de quase 15 anos, estou emocionado e sei que os vizinhos também estão por que a gente falou a semana toda sobre isso. Só temos a agradecer por esse momento”.

O prefeito Dr. Adilson falou sobre a importância deste projeto de regularização urbana e do impacto social proporcionado por ele. “Ter uma casa, um teto e principalmente ter a garantia de que esse imóvel é seu, é algo de valor inestimável para muita gente. Às vezes essa casa é seu único bem, o único bem da família inteira, então ter esse documento traz paz e tranquilidade para essas pessoas. Através deste programa proporcionando mais dignidade e segurança para centenas de familias”.

O Programa de Regularização Fundiária é realizado pela Prefeitura de Barra do Garças, por meio da Secretaria de Planejamento, com apoio do Poder Judiciário De Mato Grosso, Cartório de 1º Ofício e Câmara de Vereadores.

Leia Também:  Canarana ultrapassa a marca de 350 postos de trabalho criados em 2022

Através desse projeto, os bairros Zeca Ribeiro e Vila Maria já foram regularizados. As próximas etapas devem contemplar os bairros Abel Lira, Vila Varjão e Jardim Araguaia.

Fonte: Neiriane Santos/SECOM-BG

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA