ÁGUA BOA

Agro

Reajuste da Enel: “Não vamos parar enquanto não for revisto esse aumento”, diz presidente da Faec

Publicados

Agro

Após audiência pública realizada na Câmara dos Deputados para discutir o reajuste nas tarifas de energia elétrica autorizado pela Aneel, o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará (Faec), Amílcar Silveira, disse que irá buscar de todas as maneiras a revisão do reajuste aplicado pela Enel Ceará. “Não vamos parar enquanto não for revisto esse aumento. Não há justificativa para esse reajuste”, disse Silveira, após a audiência, realizada nesta quinta (12).

Embora o reajuste médio na tarifa de energia elétrica no Ceará seja de 24,8%, para os produtores rurais o impacto será de 32,7%, segundo estimativa da Faec. A alta deverá atingir cerca de 395 mil estabelecimentos rurais no Estado, impactando diretamente os segmentos de frutas, hortaliças, carne, leite, queijo, camarão, dentre outros. A Faec já buscou o Ministério Público para impetrar ação civil pública contra a Enel.

A audiência, promovida pela Comissão de Minas e Energia da Câmara, atendeu a um requerimento do deputado Danilo Forte, que pede explicações sobre “os parâmetros utilizados para aprovar esse reajuste tarifário”.

Leia Também:  CMN atende CNA e amplia prazo de reembolso do custeio para suinocultores independentes

Nesta semana, a Câmara dos Deputados aprovou urgência para a votação em plenário do PDL 94/22, que susta os efeitos de resolução da Aneel que autorizou o reajuste no Ceará. O deputado Domingos Neto, autor do projeto, afirmou que o objetivo é alterar o texto para barrar todos os reajustes autorizados pela Aneel em diversos estados. “Houve reajuste abusivo de 20% em Alagoas; 21% na Bahia; 17% no Mato Grosso do Sul; de cerca de 20% Rio Grande do Norte; quase 25% de reajuste médio de energia no Ceará; e já aviso logo aos mineiros que haverá aumento no dia 22 de maio“, disse.

Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Agro

Senar/SC promove Encontro Técnico ATeG Pecuária de Corte em Lages

Publicados

em

Por

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do Estado de Santa Catarina (Senar/SC), órgão vinculado à Federação da Agricultura e Pecuária (Faesc), promove nesta segunda e terça-feira, dias 16 e 17, na Pousada Rural do Sesc Lages, o Encontro Técnico do Programa de Assistência Técnica e Gerencial – AteG Pecuária de Corte. O objetivo é trazer atualizações e alinhar as atividades com os 150 técnicos que executam o programa e com os supervisores regionais.

O cronograma desta segunda-feira (16) teve início às 8h30 e segue até às 17h30. Entre as atividades programadas estão palestras com a Dra. Amanda Posselt Martins do Departamento de Solos e PPG Ciência do Solo – Universidade Federal do RS sobre os seguintes assuntos: Revisão de conceito básico e amostragem de solo – calagem e gessagem do solo; Nitrogênio, Fósforo e Potássio: dinâmica no solo e suas adubações; além de Inovações no manejo da fertilidade do solo em Sistemas de Pecuária de Corte. Por fim, a pauta em destaque são os assuntos gerais do programa para alinhamento das atividades com a coordenadora da ATeG em Santa Catarina, Paula Coimbra.

Leia Também:  MILHO/CEPEA: Frente fria deixa produtores em alerta no Brasil

Nesta terça-feira (17) a programação inicia às 8 horas com o professor doutor Leonir Luiz Pascoal do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Santa Maria que abordará os seguintes temas: Suplementação de bovinos de corte: pastejando pobreza ou nobreza e Diferentes dietas para confinamento de bovinos de corte de alto desempenho.

Em seguida, a zootecnista e coordenadora da Central de Dados Sisateg do Senar Nacional, Julia Carolina B. de Deus, falará sobre o tema Sisateg aplicado à ATeG  Pecuária de Corte. A programação encerra às 16 horas com explanação do presidente do Sistema Faesc/Senar-SC, José Zeferino Pedrozo.

Na quarta e quinta-feira, dias 18 e 19, será realizado o Encontro Técnico com foco para a ATeG leite.

Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA